Sophief

Os meus 5 minutos de fama

In Geral on 24 de Setembro de 2009 at 3:26 PM

Olá,

Ontem fui ao programa da Júlia Pinheiro na TVI,  “As tardes da Júlia”, o tema era “A ecologia entrou em minha casa”. Como acho o tema de grande importância aceitei o convite, mas claro que estava nervosa, com uma dorzita no estômago, mas lá consegui falar sem me engasgar. hehe!!!

Toda a gente foi muito simpática, e o tempo passou a correr.

Na minha participação, sobre o que faço em casa de forma a não prejudicar mais o ambiente, reciclagem, cuidado nos gastos de luz e água,  falou-se  também sobre o sabão caseiro, feito com o óleo usado de fitar as batatas, que eu tinha lá em casa feito por mim. A receita é antiga, a  minha avó e a minha mãe faziam deste sabão.

O certo é que imensa gente ficou curiosa em saber como se faz este sabão ecológico, e por isso resolvi colocar aqui a receita para quem quiser fazer em casa.

SABÃO CASEIRO DE ÓLEO USADO

Ingredientes:

1 lt de óleo usado (não usar óleo de fritar peixe ou carne),

120g de soda cáustica (hidróxido de sódio),

360ml de água preferencialmente de nascente, das chuvas, ou destilada,

balde de plástico,

colher de pau,

 luvas para protecção,

vinagre,

Nota de precaução: a soda cáustica é bastante corrosiva em contacto com a pele. Usar sempre luvas até que o sabão esteja sólido. Adicionar apenas a soda à água e nunca o contrário! A adição liberta bastante calor. Em caso de salpicos neutralizar com vinagre. A soda é vendida em drogarias (ter cuidado para escolher soda sem qualquer outro químico adicionado!)

Procedimento: aquecer ligeiramente o óleo.

Adicionar lentamente e com cuidado a soda à água, num balde de plástico. Mexer com a colher de pau. Quando terminar adicionar lentamente o azeite à água. Mexer durante 20min e depois esporadicamente durante dois dias até que a mistura comece a ficar sólida. Em alternativa, pode usar uma varinha mágica durante aprox 15min (a varinha fica inutilizada para uso alimentar).

Assim que a mistura atinja uma consistência espessa verter para os moldes (podem ser caixas de cartão/plástico ou madeira, meias-embalagens de leite, não usar nada de metal). Se quiser que o sabão tenha um aroma mais agradável pode misturar no final umas gotas de óleo essencial.

Este sabão serve para lavar roupa, o chão, pode ser ralado e diluído na água para limpar o chão, etc.

Para um uso directo na pele pode-se usar a mesma receita, mas com óleo ou azeite novo (sem ter sido usado na cozinha)

Beijinhos e boas ensaboadelas

Anúncios
  1. Ena, ena Miga….já começava a ficar preocupada com o teu silêncio! Não vi o Programa, mas vou ver se o encontro na Net…mas tenho a certeza que foi uma experiência diferente…e se é pra dar a conhecer o nosso trabalho, melhor ainda.
    Bjinhos grandes!

  2. LOLOL k pena não ter visto 😦 mas de certeza k estiveste bem!

    Beijufas

  3. Olá!
    Não sei se vai ler este comentário, mas na verdade é só para dizer que fiquei muitissimo contente por ter descoberto este blog! Foi mesmo só hoje e agora!
    Eu vi nessa altura o programa e fiquei a partir daí com o bichinho atrás da orelha sobre como fazer o sabão. A partir daí, nunca mais parei a pesquisar na net e já consegui fazer sabão e agora ando virada para os sabonetes, o que tem sido mais dificil por causa dos materiais.

  4. Obrigado por me ter deixado feliz por a ter encontrado e para lhe transmitir a minha satisfação como causadora desta pesquisa que ainda hoje ando a fazer, e por saber que tem um blog para a poder visitar e ver os seus trabalhos e que pelo que vi são lindissimos, PARABÉNS e continue assim!
    beijinhos,
    Fátima Durão

  5. Olá,

    Muito obrigada pelos seus comentários.
    Fico feliz que me tenha encontrado e que tenha começado a fazer o sabão.
    beijinhos

  6. olá!
    É verdade! Incentivou-me para esta tarefa, que nunca pensei vir a fazer! Quando comuniquei às minhas amigas e familiares que fazia sabão elas ficaram admiradas e mais admiradas ficaram quando eu dei um pedaço a cada uma, o resultado foi optimo! agora faço mas é e continua a ser para consumo interno, ou seja, para dar e para mim!
    Na sua receita, apercebi-me que utiliza uns ingredientes que são novidade, quando voltar a fazer nova dose vou expermentar para ver o efeito!
    Depois comunico e dou a minha opinião!
    beijinhos, obrigada,

    Fátima Durão

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: